A FIFA diz que quer que seja em São Paulo.

Mas para isso quer que seja um estádio novo, com capacidade para mais de 65 mil lugares, com participação de verbas públicas. E não se dispõe, ela FIFA, a participar com nenhum dinheiro para a construção.

Todos os três níveis de Governo já declararam que não colocarão recursos orçamentários públicos para a construção do estádio.

Permanece o impasse.

Parece que a FIFA não acredita que os Governos Estadual e Municipal de São Paulo não se disponham a colocar recursos públicos para ter a sede da abertura.

E que, diante de uma pressão da sociedade paulista e paulistana os respectivos governos irão “abrir as burras”. Ledo engano.

A maior parte da sociedade paulista é contra a destinação de recursos públicos para a construção de um estádio privado.

A posição politica da Prefeitura não irá mudar a menos de nova posição do Governo Estadual.

Ademais existe problemas de cronogramas. O orçamento de 2011 está praticamente fechado.

Diversamente do que se imagina, a alocação de verbas orçamentárias estaduais ou municipais não dependem só da vontade política do Governante.

Veja o comentário completo no blog Inteligëncia Estratégica: link lado.

*As opiniões do blog são de inteira responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do Portal 2014.

Tags: ,

4.002 Comentários

  1. Title…

    [...]Wonderful story, reckoned we could combine a handful of unrelated data, nevertheless genuinely really worth taking a look, whoa did one study about Mid East has got additional problerms too [...]…

  2. Title…

    [...]Here are a number of the web sites we advocate for our visitors[...]…

Comentar

Nome

E-mail  (seu e-mail não será divulgado)

Site

Deixe seu comentário